21
Jan 11

É verdade. O municipio de Vila Viçosa tem uma divida a curto e médio prazo que está muito perto dos 10 milhões de euros.

Por isso não se compreende bem porque é que a Câmara Municipal de Vila Viçosa, continua a contratar funcionários, gastando o pouco dinheiro que tem a fazer favores a quem prometeu emprego nas últimas eleições, endividando-se ainda mais e pondo as gerações futuras a pagar essa factura.

Será que é justo gastar o dinheiro a pagar essa factura quando o dinheiro não chega para resolver os problemas da água, da educação, do turismo e da criação do emprego para os jovens.

Alguém disse que não se dá um peixe para comer, ensina-se a pescar. Não se dá emprego às pessoas para que depois votem em quem o dá, cria-se é condições de desenvolvimento económico para que esse desenvolvimento crie o emprego estável e duradoiro. Isso é que é trabalhar a favor do emprego e do desenvolvimento, dando liberdade de pensamento a quem trabalha.

Esta reflexção resulta das noticias conhecidas de novas entradas de funcionários na Câmara Municipal de Vila Viçosa.

Há bem pouco tempo o Dr. Chagas em representação do Municipio de Vila Viçosa disse que as receitas mensais da Câmara Municipal são inferiores à despesa em cerca de 150.000 euros.

Ou esta afirmação é falsa para enganar os municipes ou a entrada de funcionários mais afundará os cofres da Câmara e a consciência do executivo nesta matéria não existe ou então não esperam fazer nada neste mandato, esbanjando o dinheiro ganhando votos para as próximas eleições.

É esta a politica certa para o Concelho de Vila Viçosa e para as suas gentes??

Ou a Câmara Municipal de Vila Viçosa não sabe o que fazer à vida??


Boa tarde,

De facto este executivo tem-se demonstrado um desastre autentico no que se refere à gestão dos dinheiros públicos, ou seja o nosso dinheiro. Parece existir uma obsessão em gastar verbas avultadas em pseudo-espectáculos para entreter a "malta", numa tentativa de encobrir os verdadeiros problemas do concelho e até alguma incapacidade e incompetência.

Basta analisar o que se tem feito e basta, também, ouvir as pessoas.

Realço alguns erros e desastres cometidos: dívidas a fornecedores, festa dos capuchos (um desastre completo!), eventos avulso sem critério (gastos excessivos!), desorganização dos serviços da Câmara (quando se vai à Câmara tratar de algo ninguém se entende!), um presidente incoerente e por vezes até mentiroso, promessas e mais promessas e nada de vê, etc...etc...

Enfim, um desastre monumental...
Anónimo a 22 de Janeiro de 2011 às 15:48

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
18
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
2014

2013

2012

2011

mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO